Crítica: ‘007 Contra Spectre’

Em 2006, com Cassino Royale, o ator inglês Daniel Craig surpreendeu a crítica mal disposta com sua escalação e entregou um novo James Bond numa interpretação segura e cheia de novos elementos, com mais força física e uma seriedade condizentes … Leia mais

Crítica: “O Clube”

Há algo de podre no reino de Deus. Quem diz isso é Pablo Larraín, atualmente um dos diretores mais talentosos na América Latina, realizador de pequenas pérolas como o recente No (2012), indicado ao Oscar de Melhor Estrangeiro, e que agora, … Leia mais

Crítica: “Narcos” e a Netflixmania

Vivemos a plena era da Netflix-fever. Com a expansão de suas atividades, maior variedade em sua cartela de filmes e produções originais cada vez mais relevantes (preparem-se, vem aí Beasts of no nation), o canal on demand tem deixado a concorrência, … Leia mais

Crítica: ‘Que Horas Ela Volta?’

O quartinho, geralmente pequeno, pouco arejado e escondido no espaço residencial, é um elemento simbólico das práticas de desigualdade e exclusão que envolvem aquelas que exercem a profissão de empregada doméstica. Tão comum nas casas e apartamentos das classes alta … Leia mais

A lenta e agonizante morte dos DVDs

Ainda me lembro do primeiro DVD que ganhei: uma edição dupla da animação Monstros S.A. (2001). À época eu tinha nove anos (uau, quanto tempo!) e adorava brincar com um joguinho do disco de extras, no qual se podia passear … Leia mais

A Letra Escarlate, de Nathaniel Hawthorne

Save de date: julho será o mês dos clássicos aqui no Posfácio. A cada semana, um dos nossos colaboradores trará a resenha de um livro considerado clássico da literatura mundial. Sem spoilers, só adianto que tem muita coisa boa a … Leia mais

Sobre a Escrita, de Stephen King

Deixando claro desde o início: Sobre a escrita é minha primeira leitura de Stephen King. De alguma maneira cheguei até aqui passando ao largo de um dos autores contemporâneos mais populares em todo o mundo, e não foi por esnobismo. … Leia mais

Crítica: “Dívida de Honra” – Mulheres no Velho Oeste

Ao me deparar com o faroeste dirigido e estrelado por Tommy Lee Jones, confesso que de início senti certo desânimo e sono, e é a isso que se pode creditar o atraso desta crítica, escrita cerca de um mês depois … Leia mais

#leiascifi2015 – A mão esquerda da escuridão #1

Olha eu aqui de novo! Já tive a oportunidade de comentar sobre esse livro de Ursula K. Le Guin, destacando que mesmo as suas 292 páginas não davam conta do tamanho e da profundidade de sua história. E se nem a … Leia mais

Crítica: ‘Mad Max: Fury Road’ – Who killed the world?

O primeiro filme da saga Mad Max data de 1979, uma produção australiana com menos de um milhão de dólares de orçamento, dirigida pelo estreante George Miller e estrelada por um desconhecido Mel Gibson. A produção era tão precária que … Leia mais

#LeiaSciFi2015 A Mão Esquerda da Escuridão

Abrir o livro de Ursula K. Le Guin, disponível para os brasileiros numa belíssima edição da Editora Aleph, é mergulhar num mundo fantástico muito maior do que 292 páginas poderiam dar conta. De certa forma, a história que temos diante … Leia mais

Êxodo audiovisual

Fernando Meirelles, diretor paulista de Cidade de Deus (2002) e Ensaio Sobre a Cegueira (2008), entre outros, sempre foi um dos meus realizadores prediletos. Enxergo nele uma capacidade rara para unir elegância estética e sensibilidade humana, em temas e histórias … Leia mais