Roth Libertado: o escritor, os livros e as identidades

Ouvimos que não se deve julgar um livro pela capa. Ouvimos também que não se deve julgar a pessoa de um escritor pela sua obra. Barthes afirma que cada vez mais a pessoa do escritor, com sua história pessoal, deixa … Leia mais

As Tropas Estelares de Heinlein

Com a publicação de Tropas estelares, em 1959, Robert Heinlein moldou o que hoje se conhece como a ficção científica militarista. Tome-se por exemplo qualquer filme recente que esbarre no gênero, como Avatar, O Jogo do Exterminador ou No Limite … Leia mais

O Sol É Para Todos, de Harper Lee

Dando continuidade ao mês dos clássicos aqui no Posfácio, que já contou com o pioneiro Robinson Crusoé, de Daniel Defoe, o romance sobre o puritanismo A letra escarlate, de Nathaniel Hawthorne, o poderoso O vermelho e o negro, de Stendhal, … Leia mais

A Letra Escarlate, de Nathaniel Hawthorne

Save de date: julho será o mês dos clássicos aqui no Posfácio. A cada semana, um dos nossos colaboradores trará a resenha de um livro considerado clássico da literatura mundial. Sem spoilers, só adianto que tem muita coisa boa a … Leia mais

#leiascifi2015 – A mão esquerda da escuridao #4

Pela primeira vez em nosso clube de leitura saímos do planeta1. Já estava na hora, não? Se com a obra de China Miéville cogitamos estar lendo uma narrativa com seres alienígenas – afinal, os poderes da Brecha eram originários de … Leia mais

#leiascifi2015 – A mão esquerda da escuridao #2 e #3

(Este texto continua a discussão de A mão esquerda da escuridão e aborda os capítulos 6 a 15. Leia também a Parte #1.) 62 palavras para a neve Ler A mão esquerda da escuridão me faz pensar que todo livro deveria … Leia mais

A dama do lago e seu caval(h)eiro

Em uma resenha anterior, na qual falei sobre O longo adeus, comentei que Philip Marlowe é um dos detetives mais conhecidos da literatura e, também, que seu método de investigação, no que concerne a entrevistar os suspeitos, talvez seja sua … Leia mais

Dos livros que estão para chegar: Station Eleven

Station Eleven contém um cenário pós-apocalíptico. Pronto, está dito. E ficam perdoados os leitores impulsivos que abandonaram a resenha e foram à procura de um tema menos em voga. Afinal, poderíamos nos perguntar se, entre A Estrada e Jogos Vorazes, … Leia mais

Verão Infinito – Chamada para a leitura de Graça Infinita

Convocação aos leitores de alta resistência: que tal se juntar ao pessoal do Posfácio e enfrentar em equipe as mais de mil páginas de Graça Infinita? Famoso calhamaço utilizado para segurar estantes, escorar portas e mesas bambas ao redor do … Leia mais

Tempo humano, tempo onírico, tempo físico

Não há dúvida quanto ao fato de o tempo ser um dos mais misteriosos, elementares e desconcertantes fenômenos da realidade. E isso pensando tanto na física e nas ciências naturais, tentando entender o que é o tempo enquanto fenômeno quantificável … Leia mais

O longo adeus e as credenciais de Marlowe

É interessante notar como o romance policial (o romance detetivesco, de mistério ou de investigação) tem sido responsável pela criação de uma galeria de personagens antológicos. O mais conhecido deles é certamente Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle. Mas podemos … Leia mais

A identidade de gênero de Hemingway

Ernest Hemingway é um daqueles escritores lendários. Prêmio Pulitzer em 1953 e Nobel de Literatura em 1954, é parte fundamental do cânone literário, tanto no âmbito da língua inglesa, quanto em âmbito universal. Tão (ou mais) marcante quanto sua literatura … Leia mais