O pleito literário

em 10 de outubro de 2012

Interrompemos nossos posts para a propaganda política-literária gratuita. Conforme lei nº 2666/1984 de 01 de abril de 1984.

Vem aí a maior eleição de todos os tempos, e o convite é o seu título de eleiterário. Se você ainda não o tem, vá até a livraria ou biblioteca mais próxima de sua residência e solicite a obra de seu candidato favorito.

Lembre-se: o voto é secreto e intransferível. Erros de português serão considerados como voto nulos.

Serviço de utilidade pública. Informe sobre os Presidenciáveis:

João Guimarães Rosa

Nasc.: 27 de Junho de 1908 (104 anos)

Partido Sertanista do Brasil (PSB) – Coligação: A Hora e Vez das Veredas Tuta-e-meia

Prega a igualdade social através dos lemas: “O sertão está em todo lugar”, “O sertão é do tamanho do mundo” e “O sertão é sem lugar”. Quando questionado sobre seu plano de governo: “Nonada.”, responde com um sorriso. Não tem apoio dos evangélicos, pois muitos afirmam que seu vice, Riobaldo, tem um pacto com o tinhoso 1 e relações homossexuais com seu amigo Diadorim.

João Ubaldo Ribeiro

Nasc.: 23 de Janeiro de 1941 (71 anos)

Partido Nacional Nacionalista (PNN) – Coligação: Setembro não tem sentido

O nacionalismo é a marca forte desse candidato, e apesar das muitas cutucadas que dá às decisões tomadas pelas massas, adora repetir “Viva o povo brasileiro”. Uma de suas propostas é fazer o Vitória da Bahia campeão nacional no Brasileirão. Muito do seu patriotismo exacerbado é olhado com maus olhos devido a sua amizade com um tal de Sargento Getúlio.

Érico Veríssimo

Nasc.: 17 de Dezembro de 1905 (107 anos)

Partido do Rio Grande do Sul (PRS) – Coligação: Um lugar ao sol

Extremamente regionalista e nepotista. Seu filho é vice da chapa. Muitos o tomam como louco por insistir em seu plano de governo de mudar a capital da nação para Antares, uma cidade que ninguém sabe onde fica.

Paulo Coelho

Nasc.: 24 de Agosto de 1947 (65 anos)

PAM (Partido dos Alquimistas e Magos) – Coligação: Arquivos do Inferno

A campanha de Paulo se baseia no populismo e em controvérsias com o antigo parceiro Raul Seixas, porque ambos afirmavam ser discípulos de Aleister Crowley e pregavam uma Sociedade Alternativa. Os pontos negativos de sua campanha contam com a vice Veronika, uma suicida em potencial, e seu ego – “Sou o maior intelectual do Brasil”, disse no debate promovido pela TV Letras. Se eleito, pretende distribuir cristais de energização a todos, com intuito de conter a onda de apagões.

Pedro Bandeira

Nasc.: 9 de Março de 1942 (70 anos)

PJB (Partido Jovem Brasileiro) – Coligação: Os Karas

A base da sua campanha é a educação infantil e fundamental. O escândalo com a indústria farmacêutica, na fabricação de uma droga da obediência, levou o candidatado a ficar com porcentagem negativa nas pesquisas preliminares. Enquanto Senador, lançou um projeto de lei unificando o miado tanto para cães quanto para gatos.

Monteiro Lobato

Nasc.: 18 de Abril de 1882 (130 anos)

PTau (Partido Taubaté) – Coligação: A reforma da natureza

Candidato com mais escândalos. Dizem por aí ser totalitarista e que quer trazer o apartheid para terras tupiniquins. Há também boatos de que Narizinho, apelido de sua vice, não é por causa do nariz arrebitado. Sua proposta é colocar o Visconde de Sabugosa como ministro da Casa Civil, Nhá Benta como Secretária do Programa Fome Zero e Marquês de Rabicó como Ministro das Relações Exteriores. Quando indagado sobre o que faria com a Tia Anastácia, desconversou.

Clarice Lispector

Nasc.: 10 de Dezembro de 1920 (92 anos)

PTP (Partido da Tarja Preta) – Coligação: Facebook e Twiter

Única candidata mulher nestas eleições. Tende a ser sentimental e impulsiva, tem o hábito estranho de comer baratas. Sua vice, Macabéia, é insossa e tapada, mas bem intencionada. É a candidata mais popular entre os internautas, em especial usuários do Facebook, que adora usar suas “supostas” frases como Status. Se eleita, propõe incluir terapia na grade curricular do ensino médio para promover o autoconhecimento.

 

  1. o Arrenegado, o Cão, o Cramulhão, o Indivíduo, o Galhardo, o Pé-de-Pato, o Sujo, o Homem, o Tisnado, o Coxo, o Temba, o Azarape, o Coisa Ruim, o Diá, o Dito Cujo, o Mafarro, o Pé-Preto, o Canho, o Duba-Dubá, o Rapaz, o Tristonho, o Não-Sei-Que-Diga, O -Que-Nunca-Se-Ri, o Sem-Gracejos, o Muito-Sério, o Sempre-Sério, o Austero, o Severo-Mor, o Romãozinho, o Rapaz, Dião, Dianho, Diogo, o Pai-da-Mentira, o Pai-do-Mal, o Maligno, o Tendeiro, o Mafarro, o Manfarri, o Capeta, o Capiroto, o Das Trevas, o Pé-de-Pato, o Bode-Preto, o Morcego, o Xu, o Dê, o Dado, o Danado, o Danador, o Dia, o Diacho, o Rei-Diabo, Demonião, Barzabu, Lúcifer, Satanás, Satanazin, Satanão, o Dos-Fins, o Solto-Eu, o Outro, o Ele, o O, o Oculto

10 comentários para “O pleito literário

  1. Aperto o B, aperto o R – porque em eleição de escritor, vota-se em números -, vejo a foto do Guimarães (no cantinho a do vice Riobaldo), e aperto CONFIRMO.
    TU-RU-RU-RUNRUNRUN!!!!
    Faço o V da Vitória (pois de que mais seria?), mas com a outra mão faço a figa, quebrando o encanto, torcendo para um segundo turno entre ele e a Clarice (mesmo tempo de TV, uma campanha frente à frente, etc…).

    P.S. – Senti falta dos candidatos do Partido da Antropofagia Nacional. Tinha certeza que teria Mario e Oswald na chapa: DE ANDRADE, CONTRA OS PEQUENOS-BURGUESES.
    Abraços, excelente post, viva a democracia (literária)!!!

  2. Acho que o Russomano tentaria impugnar a candidatura de Guimarães Rosa, hein?
    Meu voto vai para o Rosa, claro. CHUPA, RUSSOMANO! Opa! Já chupou.

Deixe uma resposta para Taize Odelli Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.