Crítica: ‘Dois Dias, Uma Noite’

Depois de vencer o Oscar de melhor atriz em 2008, por Piaf – Um Hino ao Amor, de Olivier Dahar, a parisiense Marion Cotillard mergulhou em produções mais comerciais que lhe dessem visibilidade e, por que não, dinheiro. Assim, a … Leia mais