De repente, nas profundezas do bosque (Amós Oz)

Já havia travado contato com a prosa de Amós Oz através da obra A caixa-preta, livro, aliás, que achei sensacional: muito bem escrito, muito consciente das potencialidades dos artifícios narrativos dos quais se vale e sensível em seu trato com … Leia mais

De repente, nas profundezas do bosque (Amós Oz)

Um horror kafkiano escondido sob a roupagem de uma fábula um tanto etérea, que me lembrou um pouco ‘O Pássaro Azul‘- do belga Maeterlinck. Uma frase bastante complexa, mas que, para mim, é o melhor modo de definir o mais … Leia mais