Travessia (desperta) pela terra sonâmbula

Já havia me surpreendido muito positivamente com a literatura de Mia Couto quando li um livrinho bem menos conhecido dele, intitulado A confissão da leoa (cheguei mesmo a escrever uma resenha à época). Se tento forçar a memória, lembro de … Leia mais

“Não foi a raça que construiu o racismo, foi o racismo que construiu a raça” – entrevista com Mia Couto

Não é exagero dizer que Mia Couto é o escritor mais importante de Moçambique na atualidade. Além de ser o mais traduzido do país africano, e também um de seus cidadãos mais conhecidos internacionalmente, Mia contribuiu até mesmo para escrever … Leia mais