Curso sobre Roberto Bolaño

em 6 de março de 2011

O escritor chileno Roberto Bolaño já foi chamado pela imprensa americana de ‘Harry Potter intelectual‘, devido ao seu sucesso de vendas naquele país- e pelo sucesso acadêmico de sua obra. O mesmo fenômeno se repete no Brasil.

Bolaño nasceu em 1953, em Santiago, filho de um caminhoneiro boxeador e uma professora. Depois de uma infância no litoral sul do Chile, mudou-se com a família para a cidade do México, onde largou os estudos e começou a escrever. Tornou-se também militante de esquerda, tendo voltado para o Chile quando da vitória de Allende, mas acabou sendo preso como membro de um grupo Trotskista quando Pinochet tomou o poder. Passou 8 dias encarcerado e foi liberto por um amigo de juventudo, que era militar. Depois disso passou grande parte da vida como nômade, escrevendo para concursos literários para ganhar a vida. Casou-se e teve dois filhos e morreu em 2003. Bolaño é considerado o escritor latino-americano mais importante de sua geração, tendo sido amigo próximo e influênciando a obra de Rodrigo Fresán, Enrique Vila-Matas e outros.

Eu conheci Bolaño, esse escritor singular com uma biografia tão espetacular quanto sua obra, há alguns anos, através do Tiago aqui do blog. Por indicação dele eu li ‘Noturno do Chile‘. Depois disso foi um processo natural ler tudo o que eu pudesse do autor, que tornou-se um de meus favoritos.

Por isso, é uma situação que me causa orgulho anunciar aqui que durante os próximos meses acontecerá na USP um curso sobre o escritor chileno ministrado por Tiago Guilherme Pinheiro, doutorando pelo Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da Universidade de São Paulo.

Serão oito aulas, do dia 05 de maio ao dia 23 de junho, sempre das 14 às 17 horas. Nessas aulas serão apresentadas as principais obras de Bolaño, que serão contextualizadas em termos artísticos e políticos, e serão levantados seus temas recorrentes (o jogo, a enciclopédia, a poesia, personalidades autoritárias, putas, etc)- que também serão buscados nas leituras que influenciaram Bolaño: Borges, Perec, K. Dick, Poe, etc.

Todos os textos abordados estão disponíveis em português ou, então, os trechos utilizados serão fornecidos traduzidos pelo ministrante.

O curso será gratuito e terá 30 vagas, abertas para toda a comunidade. As inscrições ainda não estão abertas, mas em breve deverá haver mais informações a respeito no site do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da USP.

DISCUTA O POST NO BLOG DO MEIA-PALAVRA

2 comentários para “Curso sobre Roberto Bolaño

  1. Pingback: Links da semana « Blog da Companhia das Letras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.