De Toro Y Moi a The Cure: escolha o show da semana

Assumo que demorei a voltar por aqui. Dias corridos para paulistanos que veem no feriado uma oportunidade de comparecer a mais compromissos – só que sociais e familiares. Desabafos à parte, voltamos de uma pausa prolongada e já tem muita atividade para a semana.

O Bar Ao Vivo vai receber novos nomes por esses dias. Em 02 de abril, são os gaúchos Alana e Gabriel que sobem ao palco para mostrar sua mistura de chamamé e chacareira com ritmo genuinamente brasileiros. Na noite que segue, em 03 de abril, Daniel Andrade leva seu soul/samba/rock cheio de percussão para o palco da casa. Para finalizar, no dia 09 de abril, é a cantora e violonista Anna Tréa, recém-chegada de apresentações no Maranhão, que mostra suas firulas pop no violão tão abrasileirado.

Mas a ressaca do Lollapalooza não mostra apenas novos nomes em Moema. O Keane chega ao Credicard Hall nesta quarta-feira, somando a segunda visita ao país em menos de um ano. Enquanto isso, os anos 80 voltam para a Arena Anhembi com The Cure, no dia 06 de abril, e Paul DiAnno (ex-Iron Maiden) vem no dia seguinte para o Carioca Club.

A cantora russa (e fofa) Regina Spektor, que se apresentou no Brasil durante o SWU de 2010, vem agora para um show no Credicard Hall, no dia 10 de abril, mostrando hits e canções do último disco – “What We Saw from the Cheap Seats”. Mas se é dos veteranos da música brasileira que você gosta mais, tem Caetano e banda Ce no HSBC Brasil, nos dias 11, 12 e 13 de abril.

Para aqueles que não deixam/ desistem da boa e velha Augusta, o novo Cedo e Sentado leva Tiê no dia 04 de abril, ao Studio SP. E como esquecer Toro Y Moi, em 03 de abril, comemorando o aniversário de 2 anos do Beco? O rapaz veio da gringa para o Lolla e aproveitou para dar a canjinha por lá.

Bom, a agenda está na mão. Agora, escolha a sua noite e aproveite! Boa semana a todos os queridos leitores do Posfácio.

Chorão e um mercado inexistente

Uma semana em que todo mundo (inclusive eu) compartilhou uma matéria do IG que fala sobre os jovens workaholics. Um mundo onde ninguém na faixa dos 20 anos vive sem Facebook, WhatsApp, Instagram e e-mail corporativo. 

Em meio a este mundo, que provavelmente é meu, seu e de uma galera, morreu Chorão. Notícias pingaram aqui e ali dizendo que não há evidências ainda de que o pó branco encontrado seja cocaína, mas com a polícia científica na foto que ilustra os textos.

Enquanto isso, o Amarante produz seu disco, a Banda Mais Bonita da Cidade divulga sua passagem por São Paulo e o Daft Punk “vaza” sua nova música.

Leia mais

Karen O ama um anjo em “Sacrilege”, dos Yeah Yeah Yeahs

Talvez você já tenha ouvido a nova dos Yeah Yeah Yeahs. Mas prestou atenção enquanto ouvia? Vamos acompanhar a letra.

Fallen for a guy, fell down from the sky, halo round his head, feathers in our bed, it’s sacrilege, you say? Karen O fez a Meg Ryan (inclusive tá loira) e fodeu um anjo!! Mas isso é sacrilégio, então no fim ela reza e tem coro de igreja. Tsc tsc.

Leia mais

“Se é do Brasil, não pode?” Entrevista com vocalista da Fresno

De repente, na minha timeline, pulou a notícia de que a Fresno estaria no South By Southwest deste ano, que vai de 08 a 17 de março. O evento, conhecido pela sua relevância em relação a música, cinema e tecnologia, serve como uma grande vitrine. Mas o que chamou ainda mais minha atenção foi quando eu li: “Banda Cine está confirmada no SXSW”. Confesso que, num primeiro momento, o preconceito falou bem alto.

Mas um jornalista não pode ser formado de quaisquer conceitos sem argumentação. Por isso, num bate-papo com o querido Brunno Constante, que hoje trabalha na área artística da Mix TV e é editor do Fita Cassete, li a seguinte frase: “é um festival que tem tudo, por que não o pop?”. Mas insisti: “mas não perde um pouco da essência dele?”. E a resposta, certeira: “tem banda pop dos EUA que toca lá e está de boa. Se é do Brasil, não pode?”. Exatamente isso! Leia mais

“Closer”, de Tegan and Sara (Gêmeas!! Lésbicas!!)

My Bloody Valentine, certamente uma das minhas bandas favoritas no mundo, lança seu primeiro disco em vinte e dois anos. E o disco é ótimo. E eis que meu post será sobre… Tegan and Sera, as gêmeas lésbicas do Canadá!!!! (!!?!)

Esta é “Closer”, primeira faixa do disco novo Heartthrob e melhor música pop destes dois primeiros meses de 2013. Que tal este refrão? É como se a Ellie Goulding aprendesse a dar soco. Yes. Leia mais

Agenda: programe os shows da sua semana!

É segunda-feira e não tem dia melhor para se programar para a semana. Por isso, o Posfácio vai separar periodicamente alguns eventos que você pode gostar. Vamos começar por São Paulo, mas sempre que tiver sugestões de outras cidades também, é só deixar aí nos comentários.

Amanhã, o Prata da Casa – projeto do SESC Pompeia que busca mostrar a cara de artistas novos – traz o Sambanzo e o Afroelectro. Quem curte ritmos africanos pode aparecer por lá a partir das 21h. O ingresso é baratinho – R$ 2,00 a R$ 8,00. Leia mais

Som e folia: Além dos novos paulistas

Foi no show do Pélico e algumas cachaças depois que a decisão foi tomada: passar o carnaval em Curitiba. Eu ainda não entendia o tamanho e a intensidade dessa proposta.

Malas, horários fora de horário, pequenas discussões e, um dia depois, Peter Mesquita, Web Mota, Phill Veras, Fernanda Cuenca e eu estávamos chegando. Debaixo de chuva, fomos recebidos por Janaína Fellini. A cantora de voz doce e, chutaria eu, filha de Iemanjá (será?) seria nossa guia música e amor adentro. Nos vimos pela primeira vez no Festival de Sorocaba, mas só agora, e sem querer, que nos conhecemos. Leia mais

Qual o seu tipo de carnaval?

A brincadeira é bem simples. Chegou o carnaval e cada um tem seu jeitinho (como diria minha amiga Xuxa) de comemorar. Por isso, separamos algumas músicas que representam tipos diferentes do evento.

Mas o Posfácio quer saber: qual o seu tipo? Deixa para gente, nos comentários, a sua trilha sonora perfeita para este carnaval.

Leia mais

Quem você quer no Rock’n Rio?

É segunda-feira e a Beyoncé está confirmada para o Rock (seja lá o que isso for) in Rio. Ela é diva, é linda, é completa, é pop. Mas tudo bem, seria chover no molhado dizer que o Rock in Rio não condiz com o nome há tempos, né? Então, vamos assumir que o evento é, na verdade, um grande show de música e esquecer todos aqueles discursos prontos sobre a essência da coisa. Mesmo porque, no fim das contas, ele reúne uma galera absurda que viaja quilômetros só para dizer que esteve lá. Leia mais

Podia ser Tarantino…. Mas é Brasil

Após um fim de semana inacreditavelmente triste, eu estava aqui, pronta para escrever a prometida coluna sobre a trilha sonora do Django Livre, o filme novo do Tarantino. Eu particularmente amo as escolhas musicais que ele faz para os filmes e achei que seria uma ótima pauta.

Mas, talvez pela sensibilidade que o momento constata ou talvez pelo simples fato de ser tal como é, caiu na minha tela este vídeo da música que o Rafael Altério gravou para o programa da Dani Gurgel.

Leia mais

The Knife muda de hábito

The Knife, a influente dupla eletrônica de irmã e irmão suecos, tem álbum novo marcado para abril. Se as amostras, o tracklist e o curta-metragem a seguir são indicativo, Shaking the Habitual será um disco muito, muito estranho. O próprio título parece avisar aos fãs dos clássicos “Heartbeats” e Silent Shout: preparam-se, retorçam as expectativas! Leia mais

São Paulo nos Palcos

São Paulo é de quem?

De repente, São Paulo faz 459 anos. E aqui tem tudo para todo mundo – balada, bar, museu, música. Mas algo aconteceu nos últimos dois anos. O cenário superpop deu espaço a novos artistas que tiraram as calças coloridas e colocaram arranjos cabeçudos em suas canções. O rap fez seu ano – Criolo deu sold out e Restart sumiu. Leia mais