Melhores Leituras 2014 – II

A ressaca literária está próxima do fim, já deu para perceber. Parte disso se deu com a consciência de que o problema não se restringe à relação com os livros – Simone me mostrou o link de um texto parecido … Leia mais

As lições de Alice Munro

Os contos de Ódio, amizade, namoro, amor, casamento, da escritora canadense Alice Munro, abordam, na maioria dos casos, um curto período da vida de uma pessoa comum. Quase sempre é uma mulher. Muitas vezes ela se dedica ao lar e … Leia mais

Ela pode escrever QUALQUER coisa

(Põe Tori Amos para tocar – “Pretty Good Year” – e começa a escrever.) Julho já passou e a gente não se esqueceu: 2014 é O ano para ler mulheres. À hashtag #readwomen2014 uniu-se outra, mais recente (#kdmulheres), cujo fim … Leia mais

Ódio, amizade, namoro, amor, casamento

Em 2013, aos 82 anos de idade, a canadense Alice Munro ganhou o Prêmio Nobel de Literatura. A autora já tinha alguns livros traduzidos aqui no Brasil, mas, como é regra para mim, geralmente não conheço escritores recém-agraciados com o … Leia mais

Novos escritores e suas narrativas breves

Ano passado, ao ler o artigo “E então, quando vem o romance?”, de Marcelo Moutinho, praticamente abortei, pela metade, um texto que escrevia – aliás, o texto a seguir. Falar também sobre narrativas breves1 pareceu-me desnecessário, de tanto que gostei … Leia mais

Uma outra perspectiva

Se fosse descrever a subjetividade, uma pessoa poderia evocar a imagem das conhecidas caixinhas mentais — as simplórias caixinhas a partir das quais tem início o processo de filtragem e catalogação da quantidade absurda de informações recebidas diariamente. Não é como se … Leia mais