Afirma Tabucchi ter Pereira afirmado

Inicio esta resenha assumindo-me um fã confesso de escritores que insistem em cultivar aspectos literários e narrativa mais tradicionais. Por tradicional refiro-me à apresentação dos personagens de maneira evidente, construção de narrativas lineares, uso de descrições, encadeamento mais meticuloso de … Leia mais

Livros para a sala de espera

“Nunca confie em alguém que não trouxe um livro consigo.” Não acho que as pessoas liguem tanto assim para a imagem que passam. Talvez elas simplesmente não levem a sério essa famosa citação de Lemony Snicket. Deve ser por isso … Leia mais

Do que eu falo quando eu falo de Cloud Atlas

Já há alguns meses eu gostaria de falar sobre um livro, mas… quem disse que estava conseguindo? Só de pensar que estou prestes a fazer justamente isso, minha mente já pensa em 1537 formas de me sabotar, fazendo-me lembrar de … Leia mais

Itinerários literários: De Vila-Matas ao rei Marcos da Cornualha

Entre as muitas entrevistas da Flip deste ano, houve um momento em que o escritor espanhol Enrique Vila-Matas subiu ao palco, sozinho, para apresentar uma conferência. Leu três textos, o primeiro deles dedicado ao amigo italiano, e também escritor, Antonio … Leia mais

Noturno indiano (Antonio Tabucchi)

Para que algo seja chamado de precioso, deve ser valioso – seja por sua beleza seja por sua raridade (a definição é do Houaiss). Ultimamente, tenho usado o adjetivo frequentemente para qualificar alguns dos livros fininhos que leio, que se … Leia mais

Afirma Pereira (Antonio Tabucchi)

Logo que foi publicado, em 1994, Afirma Pereira inflamou a imprensa italiana. Em meio à campanha eleitoral que viria a dar a vitória ao partido Forza Italia, e colocaria Silvio Berlusconi pela primeira vez à frente do Conselho de Ministros, … Leia mais