Balzaquices e maríatribes ou As entranhas históricas dos personagens

Há algum tempo que eu vinha pensando em falar sobre esses dois livros e as incontáveis reviravoltas da história que se interpõem entre eles. A ideia surgiu como uma espécie de convite por parte do próprio autor de um dos … Leia mais

O coronel Chabert (Honoré de Balzac)

Balzac é um dos mais conhecidos nomes da literatura francesa e universal, tanto por seu talento em retratar com vivacidade e apuro os costumes de um período como também por sua prolífica produção – basta dar uma olhada no volume … Leia mais

Os enamoramentos (Javier Marías)

Maria Dolz trabalha em uma editora em Madri onde tem de conviver com egos, pedidos e manias de escritores. Todos os dias, vai ao mesmo local tomar seu desjejum, o que sempre a atrasa. Antes fosse pela falta de tempo … Leia mais

A mulher de trinta anos (Honoré de Balzac)

Sendo parte da famosa Comédia humana, obra composta de 89 volumes de romances, contos e novelas, A mulher de trinta anos (1942) é dos romances mais conhecidos não só dessa grande obra, mas de toda a produção de Honoré de … Leia mais

A obra-prima ignorada (Honoré de Balzac)

Conhecido até hoje por ser um dos principais autores realistas franceses, Honoré de Balzac (1799-1850) publicou romances muito lidos atualmente, dentre eles A mulher de trinta anos, Eugènie Grandet, As ilusões perdidas e O pai Goriot, referências de sempre para … Leia mais