I just called to say ‘goodbye’

Na quarta capa, há os seguintes dizeres. Cabeleireiros islandeses são as pessoas mais felizes do mundo. Bea não é uma cabeleireira islandesa. Jonah também não. Mas juntos eles podem encontrar algo próximo à felicidade. Eu adoraria que a última frase … Leia mais

Do que eu falo quando eu falo de Cloud Atlas

Já há alguns meses eu gostaria de falar sobre um livro, mas… quem disse que estava conseguindo? Só de pensar que estou prestes a fazer justamente isso, minha mente já pensa em 1537 formas de me sabotar, fazendo-me lembrar de … Leia mais

Li “A culpa é das estrelas” e… viciei no David Levithan

Demorei um pouco antes de ceder e ler A culpa é das estrelas, escrito por John Green. Tive medo de comprar mais um best-seller desses que estão na boca do povo e que, após lidos, se mostram nada menos do … Leia mais

As vantagens de ser invisível: 10 razões para preferir o livro

Estreou no Brasil nesse fim de semana a adaptação do livro As vantagens de ser invisível, do escritor Stephen Chbosky, que já havia sido publicado no Brasil anteriormente e que deve ser relançado em breve pela editora Rocco. Mas creio … Leia mais

TOC do Tuca: Cinquenta tons de cinza

(Essa coisa de ter uma coluna mensal é uma benção e uma maldição. A parte da benção é que dá tempo de ter uma ideia e desenvolvê-la ao máximo. O lado ruim é que não dá pra falar sobre tudo: … Leia mais