Sujo, Cru e Talentoso

em 28 de janeiro de 2010

“[…] ele havia sido um vagabundo, um imprestável, um proletário, um bêbado; bem, que fosse.

Claro, outros trabalharam o mesmo território, mas o que diferenciava Bukowski do resto deles – os Knut Hamsuns, Jack Londons, Maxim Gorkys e Jim Tullys – era que Bukowski era engraçado.”

Assim Jim Christy define Charles Bukowski. E, por isso, Bukowski costuma ser

identificado com a geração beat de Kerouac, Ginsberg e Burroughs. Mas o alemão nunca pertenceu ao grupo, apenas seus temas e estilos aproximavam-se.

Aproximavam-se, mas não eram iguais: Bukowski é mais obsceno e mais coloquial que suas contrapartes beats. Ele é mais cru ao dizer as coisas e não se preocupa tanto em fugir da vida comum. Os beats viajavam, drogavam-se e metiam-se em encrencas através dos EUA. Bukowski arranjava encrencas e ficava chapado, mas tentando sempre manter uma vida comum- ele não era mais do que um trabalhador pobre e surrado pela vida, mas que sabia se divertir e não podia se conformar.

Tudo isso é demonstrado de modo explícito por Henry Chinaski: nada mais que Bukowski em seu bildungsroman ‘Misto quente’. Chinaski era um garoto pobre de origem alemã durante a grande depressão. Tinha espinhas na cara, pouco dinheiro e dificuldades de se relacionar com seus colegas. Dostoiévsk e Hemingway foram seus grandes companheiros- que moldaram-lhe, inclusive, o desejo de tornar-se escritor.

Carregado de ódio, frustração e um complexo de Édipo bastante intenso Bukowski conseguiu seu intento- e não só conseguiu tornar-se escritor, mas tornou-se um dos grandes.  Isso porém, demorou: inúmeras recusas de editoras, pois o consideravam demasiado ’sujo’.  Foi essa sujeira, aliada a seu talento para torná-la quase bonita, que lhe rendeu todo o reconhecimento que tem até hoje.

DISCUTA O POST NO FÓRUM DO MEIA PALAVRA

Um comentário para “Sujo, Cru e Talentoso

  1. Obrigado pelo texto. Pensei que o aniversário do “Velho Safado” passaria batido, mas você salvou a data. O “Buk” é sem sorte mesmo, a data de nascimento cai justamente no dia do filósofo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.