Breve Queerlist da Literatura Brasileira Contemporânea

Como não sei o quão familiarizado você está com loucos de palestra, uso um trecho do livro de Vanessa Barbara à guisa de preâmbulo.

Breves notas sobre a diversidade

Ufa. Deu.1 Achei que logo depois de dar, a vida compensaria todo o tempo em que a adiei. Não foi bem assim. 2 Ao menos até a defesa do mestrado, não mexo mais na dissertação tão procrastinada, principal motivo para … Leia mais

Pela metade

Um livro que eu gostaria de indicar para todo mundo – mesmo para quem viu o filme inspirado nele e o detestou – é Cloud Atlas, de David Mitchell. Não escondo de ninguém – alias, já falei a respeito disso … Leia mais

Dormir junto ou andar de mãos dadas?

Pernas ou salsichas? Muçarela de búfala ou ovo de cordona? Hipster ou cobrador? A internet – em especial, a plataforma de blogging chamada Tumblr – é pródiga nessas divertidas polaridades.

A Trindade do C

Quando a pauta do Jornal Rascunho de março de 2014 foi fechada e a cada um dos colaboradores resenhistas foi designada uma obra a ser analisada, recebi a informação de que escreveria sobre Reprodução, de Bernardo Carvalho. A situação – … Leia mais

Ela pode escrever QUALQUER coisa

(Põe Tori Amos para tocar – “Pretty Good Year” – e começa a escrever.) Julho já passou e a gente não se esqueceu: 2014 é O ano para ler mulheres. À hashtag #readwomen2014 uniu-se outra, mais recente (#kdmulheres), cujo fim … Leia mais

Cinco minutinhos na internet

Não leva nem cinco minutos para ler uma coluna como esta. Não importa se demorei uma hora ou duas semanas para escrevê-la. Que o tempo é relativo, Einstein já provou. Dizem que ele costumava brincar afirmando que um minuto ao … Leia mais

Medi uma Flip em abraços

Na crônica “O legado de Kudno Mojesic” – presente no recém-lançado O louco de palestra, de Vanessa Barbara –, a escritora se dá o direito de medir um corso1 de forma inusitada. Coletivo de “carro (em desfile)” que acabo de … Leia mais

F for Flip

F… …de Flashes. Passou-se um ano. Aliás, mais do que um ano; a Copa do Mundo atrasou totalmente a agenda literária brasileira. Pois bem: passou-se um ano e aquela coluna imensa, dividida em três ou quatro partes, que eu prometi … Leia mais

Bola de clichê

Canto mentalmente uma música dos Mutantes por alguns minutos, antes de perceber que a letra está errada. Não, eles não cantam “Ando meio irritado, eu nem sinto meus pés no chão”. Preciso me lembrar disso. Acho que tudo tem a … Leia mais

Making-of de um fracasso

Segundo o Rotten Tomatoes, O futuro – filme dirigido, roteirizado e protagonizado por Miranda July – não é exatamente um fracasso: 71% dos críticos não jogaram tomates podres na sala do cinema. Mas quem liga para o site, quando o único … Leia mais

Algumas notas sobre a felicidade

(Como já fiz algumas vezes, a coluna de hoje tem três partes que, ainda que tenham alguma relação entre si, podem ser lidas independentemente. A primeira é um resumo pessoal sobre as três últimas Copas, a segunda é um passeio … Leia mais