Entre amigos (Amós Oz)

O movimento Kibutznik foi, sem dúvida, a pedra fundamental da construção do Estado de Israel. Colônias agrícolas criadas a partir do trabalho árduo e da ideologia foram tão importantes quanto as guerras que garantiram a Israel sua independência e existência … Leia mais

Fora do tempo (David Grossman)

O certo é que um dia, todo mundo se torne órfão. Uma  regra que, como todas as outras, tem suas exceções. Exceções bastante dolorosas, como as que me fizeram ouvir essas palavras – foi minha avó que me disse isso, … Leia mais

Esquizofrenia Progressiva- Uma literatura póstuma

Hoje em dia quando se fala em idioma judeu, a maioria das pessoas automaticamente pensa em hebraico. É, afinal, o idioma de Israel e o idioma da liturgia judaica. Muitas pessoas esquecem – e outras tantas ignoram – o fato … Leia mais

O Monte do Mau Conselho (Amós Oz)

Liev Tolstoy abre seu ‘Anna Karenina’ de um dos modos mais memoráveis de todos os tempos: ‘Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma a seu próprio modo’. Pelo menos três das incontáveis facetas que a … Leia mais

Alguém para correr comigo (David Grossman)

David Grossman é, sem sombra de dúvida, um dos maiores escritores israelenses vivos hoje. ‘Ver: Amor’ é seu livro mais conhecido e, também, seu opus magnus. Mas ele não ocuparia o posto que ocupa no panteão da literatura sabra se … Leia mais

Ver: Amor (David Grossman)

Ver: Amor, do escritor sabra David Grossman, é um livro tão singular quanto seu título. Lançado em hebraico em 1986 e ganhando sua primeira edição brasileira em 1993 (pela Nova Fronteira) e reeditado pela Companhia das Letras em 2007, o … Leia mais