Bravery in Poetry: A política como escolha estética

por Marina Araújo NOVA YORK – A primeira vez que li sobre o PEN American Center foi no livro de Paul Auster, Sunset Park, publicado em 2010. Tenho uma longa lista de livros preferidos de Auster, mas este toca fundo … Leia mais

Submundo (Don DeLillo)

A literatura norte-americana atual possui uma safra de autores muito interessantes, os quais, cada qual a seu modo, têm tentado retratar os dilemas impostos pelo desenvolvimento histórico ocorrido nos Estados Unidos, naquilo que alguns chamam de pós-modernidade. Don DeLillo é … Leia mais

A testemunha silenciosa (Otto Lara Resende)

Acompanhar reedições costuma ser interessante. Às vezes, elas ocorrem pela mudança de casa editorial; às vezes, pela necessidade de adequação à nova ortografia; e, outras ainda, pela padronização do projeto gráfico, que gradativamente se tornou característico daquele autor. Muitas vezes, … Leia mais

A Flip e o Ruído Branco

Ian McEwan acaba de passar por mim. O grande autor inglês caminha cuidadosamente pelo pavimento irregular do centro histórico, acompanhado por uma jovem desconhecida. Penso em dizer alguma coisa, mas tudo que posso pensar em dizer me parecem besteiras: fazer sobre seus livros os … Leia mais

Gatos Empoleirados – Escrever: diversão ou concentração?

Comecei a escrever antes de me interessar por leituras. Minha aula favorita durante o ginásio era redação, mas não gostava das aulas temáticas, na qual nos faziam obedecer a um guia/tema para escrever. Gostava muito mais dos temas livres – … Leia mais

Cosmópolis (Don DeLillo)

Uma das vozes mais tonitruantes da literatura norte-americana atual é Don DeLillo. Suas abordagens sobre as peculiaridades da vida norte-americana, sobre as crises que vêm abalando o centro da economia mundial e seus efeitos nas micro-trajetórias de sujeitos inseridos nesse … Leia mais