Uma colcha de retalhos

Não é que eu odeie efemérides. Apenas as considero totalmente desnecessárias de um modo geral. Pensando bem, na verdade, elas são uma manobra para lá de pobre para conseguir uma certa audiência para um veículo de comunicação. Usar a data … Leia mais

Cúmplices

“A vida em si é uma citação.” – Jorge Luis Borges Uma das coisas mais legais após a Flip são as turnês dos autores para quem não conseguiu estar em Paraty. Numa dessas oportunidades encontrei Enrique Vila-Matas sem saber que … Leia mais

Dr. Sucinto; ou como parei de me editar e amar a verborragia

“For sale: baby shoes. Never used.” Esse é o melhor trabalho de Ernest Hemingway. Não sou eu quem disse. Ele quem disse, juro. Um desafio numa mesa de bar valendo a rodada. Quantos de nós hoje em dia nos entregamos … Leia mais

Literatura do jovem suicida

Vamos dizer que é compreensível que uma pessoa que tenha passado por um grande trauma se mate. Por grande trauma quero dizer: ter vivido um momento de violação física e psicológica infringido por outros, nela mesma ou vista por ela … Leia mais

Bill Murray em câmera lenta, insultos shakesperianos e outros links

Gatos + Shakespeare = insultos do bardo para todos os dias; Confirmada a eleição de Rosiska Darcy de Oliveira para a ABL; Philip Roth cantou a bola de sua aposentadoria às vésperas de seus 80 anos. Espertinho. A questão que … Leia mais

Coleção “Livros Artesanais” da editora Arte & Letra

por Tiago Guilherme Pinheiro É significativo que nas últimas semanas hajam coincidido, mesmo que por acaso, tantas reportagens sobre um assunto que já há algum tempo não ganhava tanto destaque: o livro artesanal. Com aquele interesse que se desperta por … Leia mais

Itinerários literários: De Vila-Matas ao rei Marcos da Cornualha

Entre as muitas entrevistas da Flip deste ano, houve um momento em que o escritor espanhol Enrique Vila-Matas subiu ao palco, sozinho, para apresentar uma conferência. Leu três textos, o primeiro deles dedicado ao amigo italiano, e também escritor, Antonio … Leia mais

Ar de Dylan (Enrique Vila-Matas)

Não estou lá, filme de 2008 dirigido por Todd Haynes, exibe quase todas as facetas de Bob Dylan. Desde o garoto que adora folk, passando pelo período religioso, alçando uma transgressão pelo uso de drogas e da guitarra elétrica; até … Leia mais

Síndrome Tolstói

Metas existem aos montes. Tarantino pratica um metacinema com referências saltando pela trilha sonora, pelo roteiro, pelos figurinos de seus personagens e até pelos seus nomes; Enrique Vila-Matas pratica a tal metaliteratura em seus personagens com nomes de escritores e … Leia mais

Literatura bundona

Desde a criação do Meia Palavra, em 2008, uma das tradições que construímos nesses mais de 4 anos é o encontro entre equipe e simpatizantes, que começou com apenas 5 pessoas no Blue Pub, em São Paulo, há X anos … Leia mais

Gatos Empoleirados – O dia em que conheci o chefão

Além do meu trabalho como editor do Meia Palavra, executo também a função de produtor artístico em uma produtora da Zona Oeste de São Paulo. Antes da produtora, trabalhei na MTV e gravei diversos curtas-metragens. Não quero transformar esta coluna … Leia mais

Ar de Dylan (Enrique Vila-Matas)

No mais recente livro do catalão Enrique Vila-Matas, Ar de Dylan, há um dado momento em que uma das personagens se refere ao narrador como um escritor que escreveu muitos livros ao longo dos anos – quiçá livros demais, confessa … Leia mais