Mais teatro, Brasil!

em 26 de abril de 2010

O Brasil é um país culturalmente muito rico. Ou poderia ser, se soubéssemos aproveitar o que temos: e, acreditem, isso não acontece. Prova disso é o descaso com que o teatro é tratado: além de subcelebridades fazerem sucesso com textos (bastante mal articulados, diga-se de passagem) sobre os porquês de não irem ao teatro, há uma falta de espaço e de fomento para a sexta arte.

É para tentar mudar isso que surgiu a campanha ‘Mais Teatro, Brasil!’- que visa, obviamente, aumentar o número de salas de teatro no Brasil.

O teatro, apesar do que uns e outros podem dizer por aí, é bastante importante, e sua repercussão cultural é imensa. Até porque o teatro- pelo menos o bom teatro- dialoga com a realidade e com tudo aquilo que foi produzido antes dele. É, talvez, a mais humana das artes.

Um maior acesso ao teatro, portanto, pode significar um maior acesso à reflexão e à cultura como um todo. E a cultura é uma das maiores forças motrizes de um povo.

É assustador então quando percebemos que 95% da população brasileira nunca foi ao teatro. E que apenas 16% dos municípios do país têm salas de espetáculo.

E é aí que entra a campanha! Ela busca o apoio popular para elaborar um projeto de lei que obrigará os governos a construírem ‘Centros Integrados de Cultura’ em todo município com pelo menos 25 mil habitantes, com o objetivo não apenas de levar o teatro para cidades menores e distantes do eixo Rio-São Paulo, mas também de incentivar a inclusão socio-cultural como um todo.

Então, se você não é dos que torcem o nariz para o teatro pelo fato de ele não ter explosões ou por outros motivos igualmente bestas (que sequer valem que eu os cite), vale a pena assinar. Teatro é cultura, e cultura pode não resolver todos os nosso problemas, mas com certeza ajuda!

Clique aqui para apoiar!

Um comentário para “Mais teatro, Brasil!

  1. Valorizamos mais a cultura musical que teatral. Curioso, não? Penso que é uma vontade de participar da manifestação – a música dá essa ideia de pertencimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.