Crítica: Ninfomaníaca Vol. 2 – A Herege

É difícil discutir contra a decisão de cortar Ninfomaníaca no meio de um ponto de vista comercial; um filme de quatro horas não permite muitas sessões por dia, e muita gente simplesmente não teria paciência de assistir tanta degradação de … Leia mais

Crítica: Ninfomaníaca, de Lars von Trier

NINFOMANÍACA – PARTE 1 Difícil falar sobre o que é claramente uma obra incompleta. Dividir um filme em duas partes não é um procedimento inédito, mas algo como, digamos, Kill Bill: Vol. 1 tem uma longa sequência climática, seguida de … Leia mais

Crítica: ‘O Fruto do Paraíso’

por Carolina Silvestrini O mito do jardim do Éden através dos olhos de Eva: é o que anuncia a primeira sequência do filme de Vera Chytilová, onde um homem e uma mulher são vistos nus caminhando em cores como penas … Leia mais

Crítica: ‘A Espuma dos Dias’

Michel Gondry se tornou conhecido dirigindo videoclipes para artistas, como “Everlong” do Foo Fighters, Björk, Chemical Brothers e The White Stripes. Criativos, estranhos e por vezes incômodos seus clipes flertavam com a vídeo arte e demonstravam a tendência do diretor … Leia mais

Crítica: ‘Elena’ – a insuportável existência do ser

Câmera na mão. Imagens difusas de Nova York. Uma suave voz feminina envolve o espectador, explicando porquê de estarmos acompanhando a caminhada pelas ruas caóticas da cidade. Ela logo explica: procuramos Elena. Essa moça, que desapareceu do mundo aos 21 … Leia mais

Crítica: ‘Em Transe’, a falha da psicanálise

Danny Boyle é um diretor competente. Seus últimos longas, embora não sejam considerados excelentes, têm seu estilo e personalidade. São produções de qualidade, ainda que muita gente possa não gostar. Os dois últimos filmes para cinema concorreram ao Oscar – … Leia mais

Crítica: A Bela Que Dorme

Marco Bellocchio é um dos nomes mais proeminentes do cinema italiano atual,  seus filmes olham para a tradição do neorrealismo e têm a Itália como mais do que cenário: o país é tema da maior parte dos filmes do diretor, … Leia mais

Crítica: ‘No’

Em 1988, buscando legitimidade diante da comunidade internacional, a junta militar chilena, sob liderança de Augusto Pinochet, convocou um plebiscito nacional onde a população votaria “Sí” pela manutenção do governo vigente, ou “No” pela queda do regime ditatorial que regia … Leia mais

Filmar, verbo intransitivo: Juventude em Marcha, de Pedro Costa

Toda imagem é política. Toda opção estética é ideológica. Em um mundo onde política e velocidade tornaram-se sinônimos ((Para o tema, ver: VIRILIO, Paul. Velocidade e Política. São Paulo: Estação Liberdade, 1997. e SLOTERDIJK, Peter. A Mobilização Infinita: para uma … Leia mais

Waking Life

Waking Life incita discussões. Talvez seja pelas opções do diretor e roteirista Richard Linklater. Aqui o diretor norte-americano opta por utilizar a técnica da rotoscopia (desenhar sobre imagens pré-existentes). Essas imagens oscilantes, quase turvas, parecem já funcionar como um argumento, … Leia mais