Dublinenses (James Joyce)

Não há como negar: existe uma aura de mistério em torno de James Joyce. Seja pela sua fama de complexidade intrincada, seja pelo vulto que suas obras vieram a assumir em relação ao cânone universal, a leitura de quaisquer de … Leia mais

Um apanhado de James Joyce

por Caetano Waldrigues Galindo Dúvida? Então confere aí: 1. Quem é James Joyce? – O maior escritor depois de Shakespeare. 2. Quem foi que disse? – Eu. Mais um monte de gente. E até o Bloom, aquele, o Harold, o … Leia mais

Contos Essenciais: A Pensão (James Joyce)

Um dos maiores méritos de Dublinenses, e o que ironicamente foi visto como maior defeito à época da publicação, é a visão crua de James Joyce sobre a cidade. Mesmo que você, caro leitor, não seja um entusiasta da história … Leia mais

Caetano W. Galindo conta sobre a sua tradução de Ulysses e mais curiosidades

Caetano Waldrigues Galindo é professor de linguística e tradução no curso de Letras da Universidade Federal do Paraná e é responsável pela nova tradução da obra Ulysses de James Joyce que será lançado em 2012 pela Penguin-Companhia das Letras. Quando … Leia mais

Ulisses

O que acontece de extraordinário em um único dia de nossas vidas? Será que deveríamos viver cada dia como se fosse o último? Mas se for o último para que realizar coisas memoráveis se elas irão desvanecer junto com nosso … Leia mais

Dublinenses

“O mundo real, sólido, em que os mortos tinham vivido e edificado, desagrega-se.” (conto: “Os Mortos”) Primeiro livro de ficção do irlandês James Joyce, Dublinenses, escrito quando ele tinha apenas 23 anos, reúne 15 contos sobre a “querida e suja … Leia mais