Flip is for Fitzgerald

Tem uma hora que a gente precisa se sentar e conversar: essa é a hora. A frase anterior – e algumas das seguintes – foram escritas ainda em Paraty, quando pensei que teria paciência de ficar escrevendo na Casa Posfácio, … Leia mais

O último dos magnatas, por F. Scott Fitzgerald

Tenho um apreço especial pela obra do escritor norte-americano Francis Scott Key Fitzgerald. Foi através de uma indagação após a leitura de O grande Gatsby que experimentei um dos turning points de minha obsessão com os clássicos. Explico-me: quando terminei … Leia mais

Crítica: ‘O Grande Gatsby’, e o exagero de Baz Luhrmann

O Grande Gatsby não é apenas um dos romances mais famosos da história, um clássico da literatura mundial, Gatsby é quase sinônimo do “sonho americano”, o homem misterioso que se reinventa representa uma promessa, uma ideia e, sobretudo, sua falha. … Leia mais

Filmes de Heróis com os dias contados, mais confirmados na Flip e outros links

Quanto Fitzgerald recebeu pelos direitos de O Grande Gatsby? Anotações do escritor são colocadas na rede; A Flip confirmou a participação do poeta egípcio Tamim Al-Barghouti. Milton Hatoum também estará presente e fará a abertura em homenagem a Graciliano; Mais … Leia mais

Para ler e assistir – O grande Gatsby e Boardwalk empire

Os Estados Unidos na década de 20 vivenciou um momento histórico que ficou conhecido por muitos como os “loucos anos 20”. A economia norte-americana passou por um período de crescimento bastante intenso. A reconstrução européia no pós-Primeira Guerra Mundial ensejou … Leia mais

Seis contos da era do jazz e outras histórias (F. Scott Fitzgerald) – Parte III

Se você perdeu as duas partes anteriores, pode encontrá-las aqui e aqui. O conto que sucede O resíduo de felicidade é O conciliador. Novamente é um casal que protagoniza a história, e vive, a exemplo dos outros casais de Fitzgerald, … Leia mais

Seis contos da era do jazz e outras histórias (F. Scott Fitzgerald) – Parte II

Você pode conferir a primeira parte dessa resenha aqui. O conto seguinte da famosa coletânea é O tarquínio de Cheapside. É um conto enigmático, que mais deixa dúvidas no ar do que propriamente possui uma trama elucidativa. A história se … Leia mais

Seis contos da era do jazz e outras histórias (F.Scott Fitzgerald) – Parte I

The tales of the Jazz Age possuem uma edição brasileira bastante interessante, com contos extras, que mistura os seis contos presentes na coletânea original com outros contos publicados por Fitzgerald na época em jornais e revistas como The Metropolitan, Saturday … Leia mais

Paris é uma festa (Ernest Hemingway)

Em O apanhador no campo de centeio, Holden Caufield apresenta um critério bastante interessante para se “julgar” um autor: ele diz que os “autores bons” são aqueles para os quais você deseja ligar para bater um papo depois de ter … Leia mais

Revista de Literatura Arte e Letra: Estórias – Edição L.

A editora Arte & Letra tem uma revista que reúne contos de diversos escritores, nacionais e internacionais, e se encontra na edição L: Revista de Literatura Arte e Letra – Estórias. Os exemplares anteriores trouxeram contos de Jack London, Enrique … Leia mais

O diamante do tamanho do Ritz e outros contos (F. Scott Fitzgerald)

Francis Scott Fitzgerald é um autor singular, cuja prosa, segundo Carpeaux, tinha um estilo próprio e influenciou profundamente os demais escritores da época. Fitzgerald é, para mim, motivo de muita inquietação, e somente explorando várias de suas obras é que … Leia mais

O grande Gatsby (F. Scott Fitzgerald)

O grande Gatsby foi (e ainda é, em certos aspectos) uma esfinge para mim. Li-o pela primeira vez no ano passado, procurando não só degustar a história (esperando um bocado do livro, até mesmo pela propaganda que já me tinham … Leia mais