A dama do lago e seu caval(h)eiro

Em uma resenha anterior, na qual falei sobre O longo adeus, comentei que Philip Marlowe é um dos detetives mais conhecidos da literatura e, também, que seu método de investigação, no que concerne a entrevistar os suspeitos, talvez seja sua … Leia mais

Grau 26 – A Origem (Anthony E. Zuiker com Duane Swierczynski)

Sou culpado. Admito que comprei esse livro pela capa, mas em minha defesa alego que não foi a imagem ou o título estranho. O que me chamou a atenção foi, pela ordem: 1) a informação logo acima do titulo em … Leia mais

Quebra de confiança (Harlan Coben)

Eu não me considero uma grande fã de livros policiais. Apesar de encarar, de tempos em tempos, uma leitura do gênero, são raras as narrativas que me marcam ou me interessam além. Normalmente, as leituras que eu mais gosto são … Leia mais

Tarântula (Thierry Jonquet)

Confesso que não gosto dos filmes de Pedro Almodóvar. Assisti uma quantidade razoável deles, como Tudo sobre minha mãe, Má educação, Ata-me, Volver  e Abraços partidos. O cineasta espanhol, para mim, é demasiado exagerado, de certa forma demasiado sentimental. Natural, … Leia mais

O Nome da Rosa (Umberto Eco)

O Nome da Rosa é um livro atraente por se tratar de um romance policial ambientado na Idade Média europeia, envolvendo manuscritos apócrifos e a inquisição. Seu appeal aumenta se nos lembrarmos que foi o livro responsável por tirar Umberto … Leia mais

Sangue Errante (James Ellroy)

Por mais que alguns possam torcer o nariz, eu concordo com Horace Engdahl, membro da Academia Sueca de literatura e uns dos responsáveis por decidir quem há de receber o Prêmio Nobel de Literatura: apesar da grande influência estado-unidense em … Leia mais