Osso a Osso (Vasko Popa)

Se em geral a literatura da Sérvia não é muito difundida por essas bandas, o que dizer então da poesia desse país? Acho que, afora as traduções feitas por Aleksandar Jovanović, não existe mais nada. O que falta em quantidade, … Leia mais

Traduções por vir: Ex-Iugoslávia (parte I)

Os idiomas sérvio e croata são, na verdade, uma só língua – junto, ainda, com o bósnio e o montenegrino. São dividas, porém, por motivos políticos: a Segunda Guerra do Bálcãs, que deu fim à Republica Federativa Socialista da Iugoslávia, … Leia mais

Bosque da maldição (Miodrag Pávlovitch)

A Sérvia é um pais considerado ‘exótico’ e até ‘misterioso’ aqui no Brasil. A galeria de nomes sérvios que chega até nós é relativamente curta: o infame Slobodan Milosevic e, com sorte, Danilo Kis. Com sorte as pessoas se lembrem … Leia mais

Jardim, Cinzas (Danilo Kiš)

Durante a Segunda Guerra Mundial, em meio às conturbadas fronteiras entre o Reino da Iugoslávia e Hungria vivia um garoto chamado Andreas Scham. Saíra ao pai, sendo um menino extremamente inventivo e sensível: em alguns momentos chegou a crer-se imortal … Leia mais

Dicionário Kazar (Milorad Pavič)

Em algum ponto entre os séculos VIII e IX os Kazares passaram por uma grande conversão religiosa. A história aceita que esse povo túrquico que estabeleceu um dos maiores impérios da Idade Média- que englobava grande parte do que hoje … Leia mais

Um túmulo para Boris Davidovitch (Danilo Kiš)

Em 1917, após a Revolução Russa, surge a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. Durante todo o século XX esse jovem país seria como uma força fantasmagórica pairando sobre o ocidente e o ameaçando. Muitas vezes, porém, se ignora que no … Leia mais