Às avessas (e às direitas também)

Joris-Karl Huysmans não se tornou um escritor controverso, polêmico e celebrado à toa. Verdade seja dita, ele causou um baque estrondoso ao se chocar contra o solo, as questões e as certezas da literatura francesa do final do século XIX. … Leia mais

O século de Schnitzler

Embora o século XX possua uma série de características únicas, elementos importantes de sua gênese encontram-se no século XIX. Se determinados processos históricos, tecnologias, projetos de sociedade, ideologias e classes se tornaram tão poderosas – especialmente após a Primeira Guerra Mundial … Leia mais

Balzaquices e maríatribes ou As entranhas históricas dos personagens

Há algum tempo que eu vinha pensando em falar sobre esses dois livros e as incontáveis reviravoltas da história que se interpõem entre eles. A ideia surgiu como uma espécie de convite por parte do próprio autor de um dos … Leia mais

Antologia do teatro brasileiro do séc. XIX – comédia

Como parte da coleção Penguin-Companhia das Letras, lançou-se há cerca de um mês a Antologia do teatro brasileiro do séc. XIX – comédia, organizada por Alexandre Mate e Pedro M. Schwarcz. Essa publicação vem muito a calhar em tempos nos … Leia mais

A obra-prima ignorada (Honoré de Balzac)

Conhecido até hoje por ser um dos principais autores realistas franceses, Honoré de Balzac (1799-1850) publicou romances muito lidos atualmente, dentre eles A mulher de trinta anos, Eugènie Grandet, As ilusões perdidas e O pai Goriot, referências de sempre para … Leia mais

Histórias e Estórias – O épico e o romanesco – Parte I

Lukács é deveras um pensador intrigante, seja para a Filosofia, seja para a História, seja para a Literatura. Seu estilo de escrita é daqueles intrincados, não porque tenha volteios ou exercícios estéticos em demasia, nada disso; mas quando se trata … Leia mais