Senhor censor

Tenho trabalhado, nos últimos dias, em uma tradução de um conto do tcheco Jaroslav Hašek. Hašek é mais famoso pelas peripécias do soldado Švejk. O conto leva o título de ‘Entrevista com o senhor censor‘ e trata-se, adivinhem, de uma … Leia mais

O dia em que encontramos John Maxwell

Até uma semana atrás, quando assisti a uma palestra sua com o título Ficção e Censura, tudo o que eu sabia sobre J. M. Coetzee era o que ele próprio havia me contado. Nunca havia lido textos sobre sua obra, … Leia mais

Esquizofrenia Progressiva – A ditadura do politicamente correto, o racismo e a censura

Ultimamente tenho lido muitas notícias a respeito de livros considerados, de alguma maneira, inadequados: Monteiro Lobato precisa retirado das escolas públicas, por conta de determinados conteúdos racistas; Dalton Trevisan foi excluído das listas de livros de alguns vestibulares por seu … Leia mais

Mainstream (Frédéric Martel)

“Por que o modelo americano de entretenimento de massa domina o mundo? Esse modelo é essencialmente americano? Poderia ser reproduzido em outros países? Quais são os contramodelos emergentes?” Essas perguntas, apresentadas por Frédéric Martel logo na abertura de Mainstream, poderiam ser … Leia mais

Os escombros e o mito – A cultura e o fim da União Soviética (Boris Schneiderman)

Existem alguns espaços – tanto geográficos quanto temporais – que o senso comum considera como sendo eras negras, vazias de qualquer cultura que tenha algum valor, seja este artístico, científico ou moral. Deixemos de lado a discussão (importantíssima, mas que … Leia mais

Os direitos do escritor (Aleksandr Solzhenitsyn)

Aleksandr Solzhenitsyn foi um escritor russo, tornado mundialmente famoso com seu livro ‘Arquipélago Gulag’ – em que falou sobre os campos de concentração estalinistas, tendo sido prisioneiro em um deles. Ele chegou, inclusive, a receber o prêmio Nobel de Literatura … Leia mais

Esquizofrenia Progressiva- Os mecanismos internos das censuras

A perspectiva de ter uma coluna mensal aqui no Meia-Palavra causou-me sentimentos dúbios. Obviamente achei a idéia bastante interessante e um tanto quanto empolgante, mas, por outro lado, logo fui assaltado pela agonia de não saber por onde começar. Claro, … Leia mais