sem título

quando fui mortal pensava o paraíso é bem bacana hoje só o que consigo pensar é não me abandone jamais logo eu o homem sentimental de coração tão branco cheio de graça infinita contra o dia queria eu ser kafka … Leia mais

Foto por GaryTube, CC BY 2.0

Am I a good man?

Acordei. Não como em todas as manhãs, nenhuma é igual a outra. Há dias em que desperto com mais ânimo, em outras com uma preguiça não merecida de uma noite bem dormida ou vezes em que aparento não ter aberto … Leia mais

Pé na bunda

O jornal da TV anunciava que fora um duplo suicídio. Do alto de um prédio no centro, sempre no centro da cidade de São Paulo; o útero citadino onde, se não tomar cuidado, acaba te sugando para os bueiros, dois … Leia mais

Sam & eu

O pedido parecera simples: escrever um manifesto sobre o dia dos pais. Não um manifesto qualquer no qual é citado cada definição para a paternidade, autoridade e patriarcalismo. Uma torrente de ideias feéricas transmitindo a verdade de todas as faces … Leia mais

Cama de Gato

Na morte de 2014 e no nascimento de 2015 – praticamente um natimorto – eu tomei uma decisão (ou seria uma prospecção?) daquelas que ocorrem, estilo epifania/insight, sobre qual seria a minha meta. Nunca fui um fiel às minhas promessas de ano … Leia mais

Uma colcha de retalhos

Não é que eu odeie efemérides. Apenas as considero totalmente desnecessárias de um modo geral. Pensando bem, na verdade, elas são uma manobra para lá de pobre para conseguir uma certa audiência para um veículo de comunicação. Usar a data … Leia mais

Cúmplices

“A vida em si é uma citação.” – Jorge Luis Borges Uma das coisas mais legais após a Flip são as turnês dos autores para quem não conseguiu estar em Paraty. Numa dessas oportunidades encontrei Enrique Vila-Matas sem saber que … Leia mais

Namore alguém que

Namore alguém que lê, e quando esse alguém te indicar o livro favorito dele você não vai gostar e vai ficar climão. Pior, o mesmo vai acontecer quando você indicar o seu. Namore alguém que goste de cinema, e quando … Leia mais

Acendi

Acendi este cigarro após parar com o tabagismo durante três longos anos. Nem mesmo bêbado traguei tão rápido quanto dessa vez. Não senti tal velocidade. O tempo parou e aquela cortina de fumaça, paralisada no ar, fez o gesto de … Leia mais

Qual o seu livro favorito de todos os tempos?

O que seria pior: uma criança te perguntar de onde vêm os bebês ou qual o seu livro favorito? Não estou falando da dimensão ou da importância da pergunta, mas da reação de quando somos pegos de surpresa por uma … Leia mais

A sós

Semana passada resolvi jantar sozinho. Não cogitei chamar ninguém, de verdade. Há mais de cinco anos eu não realizava tal ritual, se é que posso chamar assim, e essa tem sido uma das escolhas mais acertadas dos últimos meses. Sei … Leia mais

Não toca

O telefone não toca mais. Não toca. Você espera ansioso, aflito, mas lânguido. Pronto para dar um salto de um susto anunciado. Mas ele não toca. Desliga a campainha para sentir apenas a vibração, mas não vibra, não acende, não … Leia mais