Sheherazade indígena

“Esses dias eu vejo um indivíduo colocando em sua tapioca apresuntado, queijo e coco. Eu digo: não. Não eshtrague a minha cumida”. Tapioca, segundo o Elio de Souza, taxista, paraense, nativo de Marabá mas morador de Belém há 14 anos, … Leia mais

Alienistas alienados

Antes de tudo, queria deixar claro: eu não li O alienista. Na verdade, conheci Machado de Assis aos 16 anos depois de ler Dom Casmurro. Não foi tarefa tão árdua: venho de uma família que sempre me estimulou a ler … Leia mais

O périplo de Platt

Antes de seguir por essas maltraçadas, proponho que faça o seguinte exercício: imagine-se aos 33 anos, empregado, muito bem casado e com três filhos. Em dada hora da vida, você, que sabe tocar muito bem um instrumento, é convidado por … Leia mais

Irremediável Fim

Me lembro vagamente da primeira vez que lidei com a morte. Foi aos 4, quando pedi para a minha mãe me levar no cemitério. O porquê do pedido, não sei. Curiosidade de criança, acho. Ela conta até hoje, rindo: “você, … Leia mais

Pequeno Prata

De bate pronto, me choquei um pouco. Assim que comecei a ler Nu, de botas, o último livro de Antonio Prata, parei por alguns segundos e fiquei a contemplar a capa: “não parece o Antonio”, pensei. Conheço o Antonio desde … Leia mais

Kalil e Calligaris: moda e psicanálise na Tarrafa Literária

A Tarrafa Literária nunca viu um Teatro Guarany tão lotado quanto naquele sábado à noite. O sucesso se deu, em grande parte, pelos convidados da mesa 7: a jornalista de moda Glória Kalil e o psicanalista Contardo Calligaris. Desconfio que … Leia mais

Vida longa aos contos curtos!

“A vida é banal, sabe. As pessoas não invadem a Polônia todo dia. Até mesmo Napoleão cortava as unhas do pé de vez em quando!” concluiu Antonio Prata, enquanto explicava porque sempre escreveu sobre as banalidades do cotidiano. Na mesa … Leia mais

Tarrafa Literária: o olhar do fotógrafo

Cheguei daquele jeito: meio correndo, esbaforida e atrasada, procurando lugar naquele lindo Teatro Guarany de Santos. Era sexta-feira e terceiro dia da Tarrafa Literária. A mesa, 4, com Bob Wolfenson e André Liohn, era sobre Fotografia. A Tarrafa, para quem … Leia mais

Na cola de Jack, o Estripador

“Como diria Jack, vamos por partes…” Esses dias, por razão de uma pesquisa realizada no trabalho, me lembrei dessa piadinha mórbida. Buscava uma reportagem na Folha de São Paulo de 1988, escrita por Leão Serva, sobre um roteiro turístico que … Leia mais

As bandas

Na sexta-feira do dia 12 fui ao Auditório do Ibirapuera assistir ao show do cantor Di Melo, o Imorrível, com a banda dos amigos Charlie e os Marretas e, devo dizer, foi sensacional. Pra quem não sabe, Di Melo é … Leia mais

Constantinopla em chamas

Constantinopla está em chamas. Talvez fosse um bom título de livro, ou até de filme, não fosse verdade. A antiga Constantinopla, hoje Istambul, vive momentos de tensão e crise política, como se pôde assistir nos telejornais e redes sociais internet … Leia mais

A ganância de Afif

Qual não foi minha surpresa quando abri o jornal essa semana e li que Guilherme Afif (PSD) é o novo ministro do governo Dilma – vai cuidar da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República. Pra quem … Leia mais