10 outros (melhores) grandes inícios da literatura

NONADA. Nós sabemos que você sabe de cor quem é LO-LI-TA. Sabemos que as famílias são felizes igualmente e infelizes a sua maneira; e você, provavelmente, conhece Gregor Samsa, aquele jovem que um dia acordou de sonhos inquietos e vislumbrou sua nova carapaça. Nós sabemos. Vocês sabem.

Por isso resolvemos juntar nossos queridos livros e extrair alguns inícios, pouco ou nunca citados, para que todos pudessem desfrutar. Não escolhemos um gênero, tampouco uma nacionalidade, para abordar, os que brotavam às nossas cabeças eram colocados em pauta.

E para não deixar ninguém perdido, colocamos também os links para suas respectivas resenhas.

Leia mais

A (famigerada) lista de Lúcio Reis Filho – Tintim na História

Retornar às aventuras de Tintim é o mesmo que reencontrar um velho amigo que não vejo há anos. Mais do que isso, é convidar esse velho amigo para tomar uma cerveja enquanto conversamos por horas. Depois de alguns copos, ele sente-se à vontade para mostrar seus diários de viagem e vários álbuns com fotografias das suas jornadas ao redor do mundo. Suas experiências são sensacionais! Leia mais

A (famigerada) lista de DW Ribatski – Grandes influências

DW Ribatski ou DW RBTZK, também é conhecido como Darlan Willian Ribatski. Nasceu em Curitiba no ano de 1982 e mora atualmente em São Paulo. Darlan é músico, produtor, educador, ilustrador e cartunista. Com esse currículo invejável ele intitula-se um Artista Plástico, afinal, como ele mesmo diz: “meu maior interesse na vida é arte, seguido viagens, garotas e a vontade de colaborar com o mundo de alguma forma”. E é com esse jeito descontraído que o artista e quadrinista DW Ribatski nos cedeu uma entrevista leve, sincera e interessantíssima.

Agora DW elaborou sua lista de grandes influências e compartilhou com a gente.

Leia mais

A (famigerada) lista de Rafael Bán Jacobsen – Guilty Pleasures

Após colaborar com uma lista de 5 clássicos na sua opinião, Bán Jacobsen traz aos leitores do Meia Palavra 5 livros de Guilty Pleasure – ou prazeres culposos, ou se preferir, de gostos bem duvidosos.

Leia mais

A famigerada lista de Michel Laub – Top 10 livros sobre doenças

Michel Laub (fonte: Folha de São Paulo)

Michel Laub nasceu em Porto Alegre, em 1973. Escritor e jornalista, foi editor-chefe da revista Bravo e coordenador de publicações e internet do Instituto Moreira Salles. Hoje é professor de criação literária e colaborador de diversas editoras e veículos (Companhia das Letras, Cosac Naify, Trip, Revista 18, IMS, Bravo!, Contigo, Folha de S. Paulo). Publicou cinco romances, todos pela Companhia das Letras: Música Anterior (2001); Longe da água (2004), lançado também na Argentina; O segundo tempo (2006), O gato diz adeus (2009) e Diário da queda (2011), que sairá na Alemanha, Espanha, França e Inglaterra e teve os direitos vendidos para o cinema. Recebeu os prêmios Brasília, Bravo/Bradesco e Erico Verissimo (União Brasileira dos Escritores), as bolsas Vitae, Funarte e Petrobras e foi finalista dos prêmios Jabuti, Portugal Telecom (duas vezes) e  Zaffari&Bourbon (duas vezes), entre outros. Também tem contos publicados em antologias na Itália, Galiza e Coreia. Nessa semana, Laub falou no Blog da Companhia das Letras sobre a relação entre literatura e doença, e para o Meia Palavra fez um Top 10 de livros sobre os males da saúde.

Leia mais

A famigerada lista de Estrela Leminski – Livros Favoritos

Estrela Leminski

Estrela Ruiz Leminski é escritora e compositora brasileira, filha dos poetas Paulo Leminski e Alice Ruiz. Formada em Música pela Faculdade de Artes do Paraná, concluiu sua especialização em Música Popular Brasileira, mestre em Música pela UFPR e em Musicologia pela Universidad de Valladolid (Espanha). Tem parcerias com Ceumar, Iara Rennó, Alzira Espíndola, Alice Ruiz, Makely Ka, Sandra Peres do grupo Palavra cantada, Fábio Tagliaferri, Renato Villaça, Rogéria Holtz, Flávio Henrique, o compositor madrilenho Leo Minax entre outros. Em 2004 lançou seu primeiro livro, Cupido, cuspido, escarrado, incluindo seus poemas feitos na infância e adolescência. Em 2009 participou da antologia XXI poetas de hoje em dia(nte) e antologia dos poetas Anos 2000, da editora Global. Em 2011 lançou o livro Poesiaénão. Leia mais

A (famigerada) lista de Raquel Toledo – Personagens Femininas

Raquel Toledo

Listas são sempre motivo de ansiedade, palpitação e um tico de agonia para mim, principalmente pelo que tenho que omitir numa seleção. Mas eu seria hipócrita se dissesse que não amo fazer meu “top 5” de tudo, desde que vi pela primeira vez High Fidelity (faz tempo, hein!?). Encaro os imbróglios emocionais por ter deixado muitos nomes importantes e queridos de fora (e encaro as críticas que virão) para apresentar, aqui, minhas cinco personagens femininas prediletas.

Para achar as prediletas, fui ao fundo das minhas leituras e logo lembrei as cinco personagens que eu quis ser ou conhecer, ser amiga, ao longo desses anos como leitora. Claro que não pude incluir todas (vocês me julgarão pela omissão de várias, eu sei), mas levei em conta os livros que li (ainda não li tudo o que eu queria, infelizmente) e as personagens mais arrebatadoras.

Desde já, me desculpo pela ausência de Capitu. Acho que ela já está acima de qualquer lista e dispensa sua posição para que moças um pouco menos óbvias possam aparecer.

E, sem mais delongas, vamos às minhas cinco musas literárias.

Leia mais

A famigerada lista de Vanessa Barbara – Afecções psiquiátricas

Vanessa Barbara

Vanessa Barbara tem 29 anos, é jornalista e escritora. Publicou O livro amarelo do terminal (Cosac Naify, 2008, Prêmio Jabuti de Reportagem), O verão do Chibo (Alfaguara, 2008, em parceria com Emilio Fraia) e o infantil Endrigo, o escavador de umbigo (Ed. 34, 2011). É tradutora e preparadora da Companhia das Letras, cronista da Folha de S. Paulo e colaboradora da revista piauí. Além disso, adora quelônios e é uma leitora aplicada, em razão desse último item a convidamos para intercalar uma lista de tema livre. V. optou por falar de 5 livros sobre afecções psiquiátricas e que amanhã estarão presentes em sua coluna no Blog da Companhia.

Leia mais

A famigerada lista de Rafael Bán Jacobsen – Clássicos

Jacobsen

Dando continuidade a nova seção A famigerada de lista de…, que começou com a lista de Braulio Tavares, temos a participação do gaúcho Rafael Bán Jacobsen – Físico da UFRGS e escritor. É autor dos livros Tempos & costumes (Prêmio Açorianos de Destaque em Narrativa Longa / 1998), Solenar (vencedor do Prêmio Açorianos / 2006) e Uma leve simetria (finalista do Prêmio Açorianos / 2009 e do Prêmio Livro do Ano da Associação Gaúcha de Escritores / 2010). Seu novo romance, Imemorial das pedras, ainda inédito, foi contemplado com a Bolsa Funarte de Criação Literária em 2010.

Nessa primeira lista de duas, Rafael montou seu Top 5 de livros clássicos na sua opinião.

Leia mais

A (famigerada) lista de Braulio Tavares – Ficção Científica

Braulio Tavares

Seja amando-as ou odiando-as, todo mundo já deu uma olhadela – nem que fosse bem discreta e com um ou outro suspiro de indignação – em alguma lista de melhores, piores ou afins. Quando se trata de literatura, então, as listas são quase infinitas. Por mais que se negue levá-las a sério, por mais que se conheçam as restrições que as seleções impõem (afinal, cada escolha é uma renúncia) e o caráter incompleto que elas imputam ao seu autor, dificilmente uma lista deixará de ter pelo menos uma boa indicação do que ler (ou não ler, dependendo da lista). Nesse intuito é que o Meia Palavra resolveu convidar personalidades do universo literário brasileiro para eleger as tão controversas e famigeradas listas.

Procurando não restringir a abrangência dessa empreitada, ficou definido que, desde que houvesse relação com a literatura, estava valendo tudo, desde os cinco melhores livros de todos os tempos até os cinco melhores drinks para acompanhá-los. É uma boa oportunidade para recolher boas indicações e conhecer melhor os gostos de pessoas cujas vidas estão repletas de livros e de experiências literárias. Sem mais delongas, vamos ao nosso primeiro convidado, o escritor e pesquisador Braulio Tavares.

Leia mais