Quanto dura o seu Janeiro?

1. Foi em janeiro quando o primeiro dono de restaurante do mundo teve a ideia de colocar uma primeira placa de aviso ao lado de uma porta de saída. Tímido porém ousado, estava tomado por esperança, renovação e vontade de … Leia mais

O chorão de palestra

Como nunca é demais citar Vanessa Barbara, abro esta coluna com um parágrafo escrito por ela:

Posfácio na IX Fliporto – Literatura: qual é o jogo?

E a cobertura posfaciana da Fliporto se inicia já no segundo dia do evento. No dia inaugural, a conferência de abertura com Pilar del Río, essa fofa que já nos concedeu uma entrevista bastante visitada, foi devidamente trocada por outra … Leia mais

Do que eu falo quando eu falo de Cloud Atlas

Já há alguns meses eu gostaria de falar sobre um livro, mas… quem disse que estava conseguindo? Só de pensar que estou prestes a fazer justamente isso, minha mente já pensa em 1537 formas de me sabotar, fazendo-me lembrar de … Leia mais

A marcha dos ofendidos, Dia Nacional da Poesia, julgue pela capa e outros links

Cinema e música ao vivo: Theatro Municipal do Rio de Janeiro exibe Os Nibelungos, A morte de Siegfried, de Fritz Lang, com música ao vivo executada pela Orquestra Sinfônica; A marcha dos ofendidos. Não se ofenda, por favor, enquanto Kirker Butler fala … Leia mais

Para voar, desamarre o sapato

Eu sei que o meu cadarço está desamarrado! Posso não ter consciência a respeito de muitas coisas da vida, sejam elas grandes questões filosóficas ou até mesmo os pequenos acontecimentos diários que se passam ao redor do meu próprio umbigo. … Leia mais

Carnaval literário

Nunca faço muitos planos para o carnaval. Não por não gostar da data, mas porque ano sim, ano não, o meu aniversário calha de cair na semana antes, durante ou depois. Só que não estou aqui para julgar a culpa … Leia mais

Contos Plausíveis (Carlos Drummond de Andrade)

É difícil acreditar em uma história em que o emissor começa com “Um amigo meu…”. Virou uma piada altamente contagiosa, “Aham, um amigo…”, continua o receptor assumindo o fardo da conversa. Manter uma história factível é complicado e muitas vezes, … Leia mais

Sentimento do mundo (Carlos Drummond de Andrade)

Dizer algo sobre a obra de um dos poetas mais renomados do país é sempre uma tarefa constrangedora no mínimo, ainda mais se esse poeta for Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) e a obra Sentimento do mundo (1940), fundamental em … Leia mais

Anos-luz Depois: Drummond, o poeta presente

Às vezes acontece de uma experiência te atingir de uma forma tão natural que, por mais que você consiga identificar o momento ou o que aquilo teve de especial, tornam-se necessárias algumas horas, ou mais, para começar a entender o … Leia mais

Contos de Aprendiz (Carlos Drummond de Andrade)

Carlos Drummond de Andrade é a figura de 2012, mesmo que esteja a sete palmos do chão desde 1987. O poeta, contista e cronista será lembrado durante todo o ano, com novas publicações, campanhas pela internet como a #espalhedrummond, e … Leia mais