Um artista às avessas

Há muitos livros que, apesar de uma acolhida intensa por parte do público em um primeiro momento, logo depois caem no esquecimento ou não vão muito além das terras onde foram lançados. Infelizmente, acredito ser este o caso de Às … Leia mais

Raymond Radiguet: o amor entre o bem e o mal

No caso de um escritor de vida tão breve como o Raymond Radiguet (1903-1923), retratado por Man Ray na foto acima, parece estranho falar de “obra prima”, porém é assim que é tratada a novela O diabo no corpo (1923), … Leia mais

Esaú e Jacó (Machado de Assis)

Em O leopardo, de Tomasi di Lampedusa, é famoso o momento em que Tancredi, símbolo da juventude nobre siciliana, opina ao príncipe de Salina sobre a possível reunificação da Itália e a deposição dos Bourbon: “tudo deve mudar para que … Leia mais

Antologia do teatro brasileiro do séc. XIX – comédia

Como parte da coleção Penguin-Companhia das Letras, lançou-se há cerca de um mês a Antologia do teatro brasileiro do séc. XIX – comédia, organizada por Alexandre Mate e Pedro M. Schwarcz. Essa publicação vem muito a calhar em tempos nos … Leia mais

Yes, nós temos Ulysses

Um lançamento concorrido Poucas vezes tinha visto um lançamento tão cheio em Curitiba. O lançamento de Muchacha, de Laerte Coutinho, foi bem concorrido – pudera, uma lenda viva entre nós. O de Muito além do nosso eu, de Miguel Nicolelis, … Leia mais

Um apanhado de James Joyce

por Caetano Waldrigues Galindo Dúvida? Então confere aí: 1. Quem é James Joyce? – O maior escritor depois de Shakespeare. 2. Quem foi que disse? – Eu. Mais um monte de gente. E até o Bloom, aquele, o Harold, o … Leia mais

A nova tradução do Ulysses de James Joyce

É bem provável que a primeira pergunta da maioria ao saber que em 2012 seria lançada uma nova tradução do Ulysses (1922), de James Joyce (1882-1941), foi: por que traduzir esse catatau mais uma vez? A obra-prima do autor irlandês … Leia mais

O Homem Cordial (Sérgio Buarque de Holanda)

Aqui em São Paulo é comum encontrarmos crachás e guarda-chuvas sendo usados como guarda-lugares das mesas em praças de alimentação de shoppings e restaurantes, para que as pessoas consigam garantir um lugar para comer sem ter que ficar procurando e … Leia mais

Gatos Empoleirados – Quando o pensamento silencia

Como alguns leitores do blog ainda não sabem, conto-lhes agora: estou de férias da função de editor desse espaço para cursar aulas de cinema na New York Film Academy (sim, a minha formação é no audiovisual, não precisam perguntar que … Leia mais

A letra escarlate (Nathaniel Hawthorne)

A letra escarlate, de Nathaniel Hawthorne (escrito em 1850), é um mergulho intenso e formidável nos costumes da Boston do século XVII, onde nos deparamos com Hester Prynne, recém-chegada e a espera do marido que vem em seguida. Contudo, só … Leia mais

A outra volta do parafuso (Henry James)

A Outra Volta do Parafuso é uma novela inglesa escrita por Henry James em 1898. Aqui no Meia Palavra, já ganhou uma resenha muito bem escrita pela Anica, que levantou, entre outras coisas, a natureza dúbia da narrativa e mostrou … Leia mais

Às Avessas (Joris-Karl Hyusmans)

Um livro em que o enredo é praticamente inexistente, existe apenas um personagem e a maior parte do tempo tudo o que se tem são apenas descrições e pensamentos a respeito de literatura, arte e mesmo um pouco de ciência- … Leia mais