Crítica: ‘Que Horas Ela Volta?’

O quartinho, geralmente pequeno, pouco arejado e escondido no espaço residencial, é um elemento simbólico das práticas de desigualdade e exclusão que envolvem aquelas que exercem a profissão de empregada doméstica. Tão comum nas casas e apartamentos das classes alta … Leia mais

Crítica: ‘A Luneta do Tempo’ no Festival do Rio

A Luneta do Tempo é o empreendimento audiovisual biográfico-ficcional-musical-e-metafísico de estreia na direção e no roteiro do cantor Alceu Valença. Biográfico porque seu quase-protagonista é Lampião, vivido por Irandhir Santos; ficcional porque aproveita as brechas para inserir assuntos caros ao … Leia mais

Crítica: ‘Trash – A Esperança Vem do Lixo’

Assinado pelo inglês Stephen Daldry (Billy Elliot, 2000 e As Horas, 2003), Trash – A Esperança Vem do Lixo foi a megaprodução escolhida para encerrar o Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro. Com a presença dos atores Wagner … Leia mais

Bruna Moraes: musa em flor

 A música me acorda de um sono profundo e me insiste, até que saia.   O último sábado de agosto (23) reservou uma surpresa e tanto para o público do teatro Eva Herz da Livraria Cultura (RJ) que, assim como … Leia mais

Crítica: ‘O Mercado de Notícias’

O premiado diretor gaúcho Jorge Furtado, especializado em curtas-metragens (Ilha das Flores, Esta não é sua Vida), está atualmente em cartaz com um novo projeto que discute o jornalismo brasileiro nos dias atuais. Para tanto, se vale da peça The … Leia mais

Crítica: ‘O Estudante’ e as ilusões perdidas

Tenho uma professora que, inspirada numa frase célebre, diz que aquele que não se fascina pelo socialismo na juventude é insensível, e aquele que permanece fascinado na velhice é bobo. O Estudante é mais uma produção argentina que se arma … Leia mais

Schwarz e suas ideias no devido lugar

Como campos do saber que foram criados baseados em pressupostos e objetivos diferentes, e que tiveram todo um desenvolvimento distinto entre si, a história e as letras serão sempre interlocutores que, embora possam se aproximar e interseccionar, travarão debates acalorados. … Leia mais

Crítica: ‘Getúlio’

Os nostálgicos dizem que tempo bom era o de antigamente, dos governos militares e líderes de pulso firme (leia-se autoritários), em que havia menos corrupção e violência e os políticos eram mais honestos e bem dispostos. Era, enfim, uma era … Leia mais

Crítica: ‘Pelo Malo’ e o mal estar da civilização

Lembrando o bardo inglês1: Há algo de podre no reino da Venezuela. Ou melhor: há algo de podre na República Bolivariana da Venezuela, terra da revolução de Hugo Chaves, onde hoje, aos trancos e barrancos, ainda reina seu assecla Nicolás … Leia mais

Crítica: ‘Hoje eu quero voltar sozinho’ – abra os olhos

Elogiado pela crítica e sucesso de público no YouTube, onde superou 3 milhões de visualizações, o curta-metragem escrito e dirigido por Daniel Ribeiro expandiu-se à tela grande, mantendo atores e equipe técnica. Com o mesmo capricho do formato menor, a … Leia mais

Crítica: Alemão – a pasteurização do favela movie

Brasileiro é um tipo criativo, sabe imprimir sua marca onde quer que se aventure. No Cinema, uma de suas inovações é o favela movie, conhecido desde Cidade de Deus, (2002), de Fernando Meirelles, algo que beira o gênero e expressa, … Leia mais

Quem vence o Jogo do Dia da Mentira?

Hoje, 1º de abril, somos lembrados dos 50 anos do Golpe de 1964. Digo que “somos lembrados” porque, infelizmente, a maioria não pensa nesse dia desse modo com facilidade. É engraçado perceber como desde a escola parece que somos estimulados … Leia mais