Um piano para cavalos altos (Sandro William Junqueira)

Fiquei desconcertado quando li o livro Cães heróis, do escritor mexicano Mario Bellatín. A forma tresloucada e misteriosa com que ele narra os estranhos eventos de seu livro, a maneira como a trama se desenrola, e o enorme ponto de … Leia mais

De Atwood a Clarke

Ainda não terminei de ler O conto da aia, da escritora canadense Margaret Atwood, mas há uma cena, mais ou menos na metade do livro, que me deixou pensando sobre a maneira como a ficção científica (ou ficção especulativa, como … Leia mais

Rio+20 Wells+120

Começou dia 13 a Rio+20, a conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável, que já traz no nome a proposta de repensar o que foi feito nas últimas décadas desde a Eco-92. Uma das cenas mais marcantes da edição anterior, muito … Leia mais

Especial Alan Moore: V de Vingança

Alan Moore é daqueles autores que se tornaram cult seja pelas histórias sensacionais que escreve, seja pelas excentricidades que o cercam e pelas quais é lembrado. Praticamente tudo o que ele põe as mãos acaba virando algo memorável, e não … Leia mais

Admirável mundo novo (Aldous Huxley)

Creio que “poucas” pessoas podem dizer que nunca tenham nem sequer ouvido alguém falar a respeito de Admirável mundo novo. Seja através da associação com distopias, de comentários esparsos sobre realidades opressivas, bizarrices, experiências literárias ou simplesmente sobre o mal … Leia mais

1985 (Anthony Burgess) – Parte II

Se você perdeu a primeira parte dessa resenha, pode encontrá-la aqui. A segunda parte do livro é intitulada 1985 e é a visão de Burgess acerca do que uma cacotopia mais apurada do futuro seria, diferente, em sua opinião, do … Leia mais

1985 (Anthony Burgess)

Concorde-se ou não com o mundo distópico criado por George Orwell em 1984, há de se reconhecer que o livro é um clássico, seja pelo terror que nos causa pela cogitação de uma hipótese, seja pela força visceral com que … Leia mais

A praga escarlate (Jack London)

O escritor norte-americano Jack London, para mim, sempre foi associado a duas coisas: ‘Caninos Brancos’, sobre a trajetória de um lobo até ser domesticado, e por ter sido preso por ‘vadiagem’. Surpreendi-me, então, ao saber que ele escrevera ficção científica. … Leia mais

Fahrenheit 451 (Ray Bradbury)

Há alguns dias estava dando uma olhada no top 100 Livros de Ficção Científica e Fantasia da NPR Books e fiquei feliz em descobrir que pelo menos no topo do ranking tinha lido boa parte das obras. Do “resto” eu … Leia mais

Laranja Mecânica (Anthony Burgess)

“As queer as a clockwork orange” ou, em uma tradução livre, “tão bizarro quanto uma Laranja Mecânica” foi a expressão que deu origem ao livro mais conhecido de Anthony Burgess, que se tornou uma verdadeira obra-prima ao retratar gangues adolescentes … Leia mais

O futuro não é mais como era antigamente

“Entraram. Com o perfume de âmbar cinzento e de sândalo, o ar parecia quente e pesado. No teto em cúpula da sala, o órgão de cores pintara momentaneamente um pôr-do-sol tropical. […] Como gatos melodiosos ao luar, os sexofones gemeram, … Leia mais

A revolução dos bichos (George Orwell)

Li 1984 já faz algum tempo, em 2007 para ser mais exato. E, no que minha memória ainda não deixou difuso, lembro de uma história original sem contar assustadoramente bem fundamentada e que se tornava mais verossímil a cada dia … Leia mais