Roth Libertado: o escritor, os livros e as identidades

Ouvimos que não se deve julgar um livro pela capa. Ouvimos também que não se deve julgar a pessoa de um escritor pela sua obra. Barthes afirma que cada vez mais a pessoa do escritor, com sua história pessoal, deixa … Leia mais

Verão Infinito – Chamada para a leitura de Graça Infinita

Convocação aos leitores de alta resistência: que tal se juntar ao pessoal do Posfácio e enfrentar em equipe as mais de mil páginas de Graça Infinita? Famoso calhamaço utilizado para segurar estantes, escorar portas e mesas bambas ao redor do … Leia mais

As Miniaturas, Andréa del Fuego

A princípio, nem o projeto gráfico de As miniaturas parece fazer sentido. Por que o fundo preto? Faltou verba para fotografia? Truque minimalista? Tem que usar algum tipo de app novo? Luz negra? Para obter uma explicação, é preciso que … Leia mais

Além do bóson de Higgs

Em 2011, quando Batendo à porta do céu foi lançado nos EUA, caso dois físicos se encontrassem por acaso no elevador de um instituto qualquer, sem nada pessoal para compartilhar, haveria uma chance significativa de que o constrangimento fosse quebrado … Leia mais

Os mestres da cientologia

A investigação do jornalista Lawrence Wright sobre a cientologia começou com um longo artigo para a revista americana New Yorker publicado em fevereiro de 2011. No texto, Wright expunha a decisão do diretor e roteirista Paul Haggis (de Crash e … Leia mais

“Escrever juvenis é um prazer que não encontro nos outros” – entrevista com Andréa del Fuego

Ela é considerada um dos nomes femininos mais importantes da prosa brasileira contemporânea. Nascida em São Paulo, no ano de 1975, Andréa Fátima dos Santos, mais conhecida como Andréa del Fuego – alter ego adquirido ainda nos anos 90 quando a … Leia mais

A Ítaca de Paulo Scott

Existem muitos motivos para curtir o projeto Amores Expressos, e um deles, talvez não o mais nobre, está no aspecto “experimento antropológico com escritores”. Suponha que você seja enviado a um país estrangeiro, com a missão de escrever uma história: … Leia mais

Lemony Snicket no Brasil – Grandes esperanças (+sorteio!)

A frase que deu início aos textos do especial Lemony Snicket no Brasil aqui no Posfácio foi: “Houve um tempo em que toda a esperança parecia ter acabado para os fãs de Lemony Snicket no Brasil.”. Com o lançamento de … Leia mais

Lemony Snicket no Brasil – Uma obra de seu porta-voz para assuntos diversos

Houve um tempo em que toda a esperança parecia ter acabado para os fãs de Lemony Snicket no Brasil. Não que a esperança fosse algo habitual para pessoas que saíam pelas ruas ostentando leituras que não passavam de Desventuras em … Leia mais

O que é arte contemporânea?

Todos nós já experimentamos a sensação de encontrar uma obra de arte contemporânea, como uma instalação feita com tijolos, ou uma pintura formada de blocos monocromáticos, e nos sentirmos completamente desconfortáveis e incertos, pressionados pela ideia de um significado oculto. … Leia mais

A Folie Baudelaire (Roberto Calasso)

Modernidade. Um daqueles conceitos tentaculosos que se multiplicam e se repartem quanto mais os estudamos. O que se pode fazer com segurança, e apenas de maneira ainda vaga, é certa delimitação histórica, pode-se dizer que uma espécie de modernidade, aquela … Leia mais

Fagin, o Judeu (Will Eisner)

O antissemitismo é uma espécie de fantasma terrível: por um lado é uma herança que a Europa (e, num sentido mais lato, as civilizações de gênese europeia de modo geral) aprendeu a rejeitar, mas que ainda não sabe exatamente como … Leia mais