Um artista às avessas

Há muitos livros que, apesar de uma acolhida intensa por parte do público em um primeiro momento, logo depois caem no esquecimento ou não vão muito além das terras onde foram lançados. Infelizmente, acredito ser este o caso de Às … Leia mais

A arte francesa da guerra e da paz

Todos que leram 1984 devem se lembrar de um dos lemas do Partido: “guerra é paz”. George Orwell, diante da ascensão dos totalitarismos do século XX, seguia aquilo que vinha sendo dito desde o século XIX por muitos acerca da … Leia mais

Fragmentos de uma paixão por inteiro

Diria, se não conhecesse o livro, que A paixão é o título de um romance açucarado, daqueles de banca de jornal destinado às boas moças casamenteiras. Imagino um livro no qual se conta a história de uma mulher jovem que … Leia mais

Uma casa na escuridão: romance gótico?

Sempre nos referimos, hoje em dia, a alguém como “gótico” quando se veste com roupas pretas e cultiva gostos ou hábitos que parecem macabros ou profanos de algum modo. Além de, claro, gostar do que chamamos de gótico musicalmente, sendo … Leia mais

F de ficção, de fixação, de formação

Desde os tempos de escola, diz-se que ficção é, acima de tudo, uma narrativa de algo não verdadeiro. Geralmente quando lemos, portanto, uma obra ficcional, há a consciência de que estamos diante de algo que não aconteceu de fato, a … Leia mais

José Luís Peixoto: o livro que volta a ser livro

Um livro que se chama Livro: esse é o romance de José Luís Peixoto lançado em 2010 em Portugal. Muitas hipóteses podem ser feitas pelo leitor acerca do título. Poderia ser um romance sobre a história do livro, ou ainda … Leia mais

Crítica: ‘Memórias de Salinger’ – genialidade e reclusão

“Se querem mesmo ouvir o que aconteceu, a primeira coisa que vão querer saber é onde eu nasci…” Assim começa O apanhador no campo de centeio1, romance célebre que Jeremy David Salinger (1919-2010) lançou em 1951 e que mudou o … Leia mais

Joseph Walser e as máquinas da guerra

“As máquinas de guerra vêm aí, mas não tenha medo. O problema não são as máquinas que se aproximam da cidade, são as máquinas que já aqui estão. (p. 15)” No segundo livro da tetralogia “O reino”, A máquina de … Leia mais

O retrato de Samuel Beckett quando jovem

Acredito que Samuel Beckett (1906-1989) é uma figura conhecida da maioria dos leitores desta página, o que me leva a evitar grandes descrições de sua biografia e sua trajetória literária. Todos o relacionamos imediatamente ao chamado Teatro do Absurdo, termo … Leia mais

Vozes, rumores e gritos: breve nota sobre Almeida Faria

Aos 19 anos de idade, quando a maioria de nós está se embebedando na faculdade ou fora dela, um jovem português de longo nome, Benigno José Mira de Almeida Faria (1943), mais conhecido apenas por Almeida Faria, lançava sua primeira … Leia mais

A história nos detalhes – Parte III

Dando continuidade às colunas escritas nos dois meses que passaram, quero me deter um pouco sobre um curioso personagem do romance O sol também se levanta, do escritor norte-americano Ernest Hemingway. Publicado em 1926, o romance em questão se tornou … Leia mais

“We’ll always have Caporetto”

A participação e/ou presença em guerras e aventuras marcou a vida do escritor norte-americano Ernest Hemingway. Por conta de sua novelesca vida, boa parte de sua literatura tem um cunho autobiográfico mais acentuado, precisamente porque boa parte de seus romances, … Leia mais